Polaco


cracovia_polonia

A língua polaca ou polonesa é uma língua eslava ocidental, falada por cerca de 60 milhões de pessoas, a maioria das quais vive na Polónia (Polônia no Brasil). É também falada na Lituânia (400 000), Bielorússia (1 milhão), Ucrânia, Brasil (em várias cidades dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e no Espírito Santo), mas também no Reino Unido, na França, na Argentina, nos Estados Unidos da América, em Israel e no Canadá e em outros países. Este idioma é a língua eslava mais falada depois do russo.

Horário 1º Semestre 2017/18

  • A1.1 | turma A* | seg e qua | 20h-22h | Prof. Iwona Sadlowska
  • A1.1 | turma B* | ter e qui | 18h-20h | Prof. Iwona Sadlowska
  • A2.1 | seg e qua | 18h-20h | Prof. Iwona Sadlowska
  • B2.1 | ter e qui | 20h-22h | Prof. Iwona Sadlowska

*Abrirá só uma das turmas.

Nota – Desde que exista um nº mínimo de 5 alunos, o ILNOVA pode abrir uma turma em qualquer nível ou curso técnico.

No coração da Europa, no cruzamento dos antigos caminhos comerciais e vias de comunicação contemporâneas, do Oeste para Leste e da Escandinávia para Sul, está situada a Polónia. Juntamente com a língua checa, eslovaca e a lusaciana, polaco pertence ao grupo eslavo ocidental das línguas indo-europeias. Por isso, dominar a língua polaca pode tornar-se um passaporte linguístico para todos os países eslavos. Comunicar com os checos e eslovacos pode ser mais fácil mas quem fala polaco, não deverá ter muitos problemas na comunicação trivial com os nossos vizinhos de Leste – os russos, bielorussos e ucranianos.

 

O polaco tornou-se uma língua independente no século X, tendo o papel significativo na unificação das tribos eslavas, durante a criação e desenvolvimento do estado polaco. A entrada da Polónia na esfera da influência da comunidade cristã ocidental teve lugar com o baptismo da Polónia em 966 e foi um factor importante para a língua polaca, uma vez que significou a introdução do alfabeto latino. Desde a origem do estado polaco, latim era a língua oficial e todos os documentos da igreja e do estado, bem como as obras literárias eram escritas nessa língua. As palavras mais antigas escritas em polaco datam de século XII. Até o século XIV a língua polaca existia apenas em dialectos regionais. Em termos de literatura desenvolveu-se nos séculos XV e XVI, tal como exemplificado pelos ricos trabalhos literais da Renascença escritos em polaco. Número das pessoas falar em polaco é estimado em mais do que cinquenta milhões, dos quais aproximadamente quarenta milhões vivem na Polónia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Drª Iwona Sadlowska

Licenciada em Ciências Sociais da Universidade Adam Mickiewicz em Poznan (Polónia), mestrado em Pedagogia Tutelar e Educacional. Frequentou também cursos de preparação para fazer terapia de grupo e terapia de fala. Pedagoga e professora da língua polaca nas escolas do 1º e 2º ciclo em Poznan (Polónia). Trabalhos de pedagogia reeducativa e alfabetismo de adultos. Depois de 2000 em Portugal, tem vários trabalhos no âmbito do ensino de língua polaca tanto para as crianças (Embaixada da Polónia) como para os adultos (Institute Izzilearn em Parede). Colaboração com várias editoras na correcção de edições. Desde 2004, docente nos cursos livres da língua polaca e da cultura e sociedade polaca na Universidade Nova de Lisboa.

QUADROS COMPARATIVOS DOS DIFERENTES EXAMES E NÍVEIS DO CEFR

  • O Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR) comum de onde todos os sistemas de níveis de língua partem está aqui: http://www.coe.int/t/dg4/linguistic/Cadre1_en.asp.
  • Cada língua tem um sistema de níveis adequado à sua aprendizagem por um falante nativo de Português. No caso do Polaco, o quadro de níveis é o seguinte (aplicável a partir de 2016-17):
  • Polaco A1.1
  • Polaco A1.2
  • Polaco A2.1
  • Polaco A2.2
  • Polaco B1.1
  • Polaco B1.2
  • Polaco B2.1
  • Polaco B2.2
  • Polaco C1.1
  • Polaco C1.2
  • Polaco C2.1